C.E. Institui o Código Comercial (PL 1572/11)

O deputado federal baiano José Carlos Aleluia (DEM), integrante da base aliada do presidente Michel Temer (MDB), usou seu perfil nas redes sociais para tecer críticas à Medida Provisória do governo federal que destrava a venda de distribuidoras da Eletrobras e que pode resultar na privatização da empresa pública.

“A MP 814 publicada durante o recesso permite a transferência de controle da Eletrobrás e suas subsidiárias (Incluindo a Chesf), sem a necessidade de discussão com o Congresso. Um absurdo “cheque em branco”. Não vamos aceitar”, bradou o democrata, que continuou: “Com esse cheque em branco, o futuro da Chesf e do São Francisco ficará nas mãos de poucos burocratas do governo. Um atropelo completamente injustificável diante do grande interesse do Nordeste em discutir o futuro do rio. Chance disso prosperar no Congresso é zero”.

A rejeição à medida entre os governistas se acentuou entre parlamentares do Nordeste e de Minas Gerais. Dentre os motivos que despertam preocupação está a possibilidade de alta na conta de energia.

Comentários no Facebook