Por unanimidade o pleno do TRE – Tribunal Regional Eleitoral julgou improcedente na manhã desta terça-feira (28/11), a ação de investigação judicial sob o Processo nº 3906-63.2014.6.05.0000 movida pelo vereador de Salvador, Joceval Rodrigues dos Santos (PPS) contra o deputado federal Uldurico Júnior e o atual vice-prefeito de Teixeira de Freitas, radialista Ubiratan Lucas Rocha Matos, o “Lucas Bocão”, ambos do PV.

O deputado federal Uldurico Junior e o vice-prefeito Lucas Bocão eram acusados de crime eleitoral no pleito de 2014 por captação ilícita de sufrágio e pelo possível ilícito eleitoral se pedia a punição dos dois políticos com a cassação do registro ou do diploma dos candidatos e multa. A defesa dos investigados foi promovida pelos advogados Odilair Carvalho Junior, Clebson Ribeiro Porto e Rafael Matos.

Segundo o advogado Odilair Carvalho, um dos mais respeitados juristas do Estado da Bahia, com escritório em Teixeira de Freitas, a defesa convenceu inteiramente o pleno do Tribunal Regional Eleitoral da inexistência de provas das alegações trazidas ao processo pelo vereador da capital Joceval Rodrigues, que em 2014 foi candidato a deputado federal pela coligação “Juntos somos mais fortes” composta pelos partidos (PPS / PSDC / PTC / PV / PRP / PT do B), obtendo 36.779 votos e se tornou primeiro suplemente do deputado federal Uldurico Junior. (Por Athylla Borborema)

Comentários no Facebook