Começou às 10 horas desta quinta-feira (9), no Fórum de São Gabriel da Palha, Noroeste do Espírito Santo, o julgamento do sargento reformado da Polícia Militar e ex-vereador do município, Natalino Fernandes Botelho. Ele é acusado de assassinar a esposa Nádia Guerra, no dia 30 de março do ano passado. Nádia era farmacêutica e tinha um laboratório na cidade.

De acordo com o estudante de medicina Diogo Guerra Botelho, filho do casal, o julgamento estava marcado para as 9 horas. A família fez uma camisa com a foto de Nádia como forma de homenagem, mas, segundo Diogo, a promotora pediu para que os familiares não usassem. Ele disse que espera por justiça.

“Está todo mundo muito triste. A gente quer justiça por ela. Ela não está mais aqui para correr atrás disso e é um dever nosso procurar por justiça. É um direito de toda mulher que sofre por isso”.

Por causa do julgamento, a rua em frente ao Fórum foi interditada desde o início da manhã. Policiais militares acompanharam a movimentação de pessoas no local. Ainda não há previsão para o término do julgamento. (Informações: A Gazeta)

Comentários no Facebook