sábado , 22 julho 2017

Seis anos desaparecida: Eliza Samudio, goleiro Bruno e novas revelações

Com o depoimento do irmão de Bruno a polícia pretende, enfim, descobrir o paradeiro do corpo de Eliza

Condenado em 2013 pela morte de Eliza Samudio, sua ex-amante, o goleiro Bruno ainda cumpre pena em presídio, onde, inclusive, se casou com uma dentista. Apesar disso, os anos se passaram, muita coisa mudou, mas o mistério do paradeiro do corpo de Eliza permaneceu. Por isso, o depoimento do irmão do goleiro, que revelou à polícia onde estariam os restos mortais da mulher, traz novos capítulos para esta história que parece ainda estar longe do fim.

Ela desapareceu em 2010 e seu corpo nunca foi achado. Na época com 25 anos, a moça era mãe de um recém-nascido, filho do goleiro Bruno. O jogador não reconhecia a paternidade da criança e desentendimentos sobre a pensão teriam motivado o crime.

RTEmagicC_iih.jpg

A Justiça acredita que Eliza foi morta em 10 de junho de 2010 na cidade mineira de Vespasiano. Ela foi retirada à força do Rio de Janeiro por Macarrão, amigo e braço direito do atleta, e por um primo de Bruno e levada para o sítio do goleiro em Esmeraldas (MG), onde foi mantida em cárcere privado. Do local, ela teria sido levada por Macarrão para ser morta por um ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, conhecido como Bola.

A criança foi achada dias depois com desconhecidos em Ribeirão das Neves, também Minas Gerais. O menino hoje mora com a avó materna no Mato Grosso do Sul e um exame de DNA comprovou que ele é mesmo filho de Bruno.

Fonte: ibahia

Além disso, verifique

Acidente com ônibus deixa ao menos dez mortos na BR 418 no Vale do Mucuri

Um grave acidente com um ônibus de viagem deixou ao menos dez pessoas mortas na …

Comentários no Facebook