terça-feira , 25 julho 2017

Sogra é presa após contratar três homens para matar o genro em Linhares

delegacia-1491517Um jovem de 21 anos foi agredido a pauladas em um assentamento rural próximo à localidade de Humaitá, zona rural de Linhares, Norte do Estado. Segundo a Polícia Militar, a vítima teve o lado direito do rosto desfigurado e ferimentos pelo corpo. A sogra do rapaz, apontada como mandante do crime e outros dois jovens contratados por ela para matar a vítima foram presos.
A tentativa de homicídio ocorreu na noite desta terça-feira (24). O jovem contou à PM que, por volta das 19 horas, a sogra dele e mais três homens começaram a bater na sua porta fazendo ameaças, dizendo que iriam matá-lo. Após várias batidas, a porta quebrou. Os homens entraram na casa, tiraram o rapaz da residência e começaram a agredi-lo com chutes e pauladas.
Em um determinado momento, ele conseguiu escapar e correu para um matagal. Os agressores, então, pegaram uma moto e foram atrás da vítima. O jovem teve que ficar escondido até 0h30 desta quarta-feira (25).
Enquanto o rapaz era agredido, a esposa dele ligou para um casal conhecido da vítima para pedir socorro. A PM foi acionada e uma viatura seguiu para a localidade, mas não conseguiu chegar até a casa da vítima, por se tratar de um local rural e de difícil acesso.
O amigo, então, seguiu para a casa da vítima, mas faltando alguns quilômetros para chegar, avistou o jovem andando na estrada que liga Linhares a Colatina. O amigo seguiu com a vítima até o Batalhão da PM em Linhares para pedir que uma viatura fosse ao local para tentar localizar a esposa do rapaz, pois ele tinha perdido o contato com ela.
Com todas as informações passadas pela vítima e pelo amigo, a PM se dirigiu ao local e conseguiu encontrar a sogra da vítima, de 57 anos. Os policiais também verificaram a casa da vítima e constataram que a porta tinha sido arrombada e que havia sinais de agressões, como sangue no chão e vários móveis quebrados. Também viram várias latas de cerveja no local.
A sogra disse que não sabia do paradeiro da sua filha. Contou que estava bebendo com seus amigos quando o genro começou a perturbá-la querendo dinheiro. Nesse momento, os seus amigos partiram para cima dele.
Um dos suspeitos, de 23 anos, foi preso em casa. Ele ainda partiu para cima de um soldado com chutes e socos. De acordo com o boletim de ocorrência, foi necessário o uso moderado de força para conseguir algemar o suspeito.
O acusado confessou que a sogra da vítima pagou R$ 100 para cada um dos três para que eles matassem o genro dela. A mulher ainda comprou várias latas de cerveja para que ele e os amigos bebessem antes do crime.
Os militares perguntaram ao suspeito onde moravam os outros dois agressores. Ele informou apenas o endereço de um envolvido, de 25 anos. O rapaz também confessou a participação no crime. Disse à PM que também recebeu R$ 100 para cometer o crime, mas não soube dizer o endereço nem o nome do terceiro suspeito.
Os três detidos não souberam dizer onde a esposa da vítima estava. De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher foi encontrada por volta das 5 horas desta quarta-feira (25). Os três foram conduzidos à 16ª Delegacia Regional de Linhares.
O titular da Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Linhares, delegado André Jaretta, disse que ainda não pode dar mais detalhes sobre o crime.
“Quem recebeu o caso e ouviu os depoimentos foi o delegado que estava no plantão. Ele me passou a situação mas como estou envolvido com outras operações não tive tempo de prosseguir com as investigações. Tenho o prazo de 10 dias para concluir o caso”, informou.
Ainda segundo Jaretta, os envolvidos foram autuados por tentativa de homicídio e encaminhados para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Aracruz.

Além disso, verifique

Conflito no mar da Bahia tem novo capítulo após Fibria não cumprir acordo com pescadores artesanais

No dia 01 de Julho informamos  sobre um conflito envolvendo a papeleira Fibria Celulose e pescadores …

Comentários no Facebook