sábado , 22 julho 2017

Cachorro-do-mato é registrado em plantio de eucalipto da Fibria

Cachorro-do-matoOs animais estão à solta nos plantios florestais da Fibria. Um cachorro-do-mato foi visto circulando em um plantio de eucalipto localizado em São Mateus, no norte do Espírito Santo. O registro, feito pela equipe técnica da Inventar, empresa que atua nas atividades de inventário florestal da Fibria, foi no final de abril, durante atividades de campo na região. Recentemente, a mesma equipe registrou a presença de um bicho-preguiça escalando uma árvore de eucalipto no município de Jaguaré.

O cachorro-do-mato é da espécie Cerdocyon thous que, no Brasil, ocorre nos biomas Pantanal, Cerrado, Mata Atlântica, Campos Sulinos e na região amazônica. O animal é encontrado com frequência nas áreas de atuação da Fibria. A espécie é classificada como “pouco preocupante”, segundo a lista vermelha da IUCN (União Internacional para Conservação da Natureza), que relaciona animais ameaçados de extinção. A principal ameaça à espécie são os atropelamentos, já que costuma circular por estradas diversas.

“Esse animal é considerado um dispersor de sementes por ter uma dieta rica em frutos”, observa Reginaldo Gonçalves Mafia, coordenador de Proteção e Recursos Naturais da Fibria. Sua presença no plantio de eucalipto indica que as áreas florestais da empresa oferecem proteção aos animais, e que o modelo de manejo praticado pela companhia contribui para a preservação da biodiversidade.

O coordenador de Inventário Florestal da Fibria, César Martins de Andrade, destaca a importância da atuação das equipes de campo, que contribuem para fazer registros relevantes para o trabalho de conservação da biodiversidade realizado na empresa. A Fibria estuda e monitora a biodiversidade existente nas áreas florestais com o objetivo de conhecer, proteger e ampliar as espécies e as populações de fauna e flora nativas, além de favorecer a qualidade ambiental das áreas mantidas pela companhia.

As florestas plantadas, entremeadas pelas áreas de conservação, servem de abrigo, área de reprodução e trânsito para inúmeras espécies da fauna, incluindo as 159 espécies consideradas vulneráveis ou ameaçadas de extinção pelo Ibama. A Fibria conta com um banco de dados relativo à biodiversidade em suas áreas que reúne 738 espécies de aves, 133 espécies de mamíferos, 2.192 espécies de plantas e 76 répteis.

 

Além disso, verifique

Acidente com ônibus deixa ao menos dez mortos na BR 418 no Vale do Mucuri

Um grave acidente com um ônibus de viagem deixou ao menos dez pessoas mortas na …

Comentários no Facebook