quarta-feira , 26 julho 2017

Sesab confirma morte de médica cubana por H1N1; criança morreu pela mesma gripe em Teixeira de Freitas

cubanadA Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) confirmou nesta terça-feira (26) a morte da médica cubana Clara Elisa Gonzalez Mendez pela gripe H1N1. Clara Elisa morreu na última terça-feira (19). O diagnóstico foi feito pelo Laboratório Central de Saúde Pública Professor Gonçalo Moniz (Lacen).

Clara Elisa trabalhava na cidade de Bom Jesus da Lapa, no Vale do São Francisco da Bahia. Ela atendia no Programa de Saúde da Família (PSF) do Hospital Carmela Dutra. Depois de ser internada no hospital municipal de Bom Jesus, ela foi transferida para o Hospital do Oeste, em Barreiras, onde morreu no dia 19.

Em nota, a prefeitura de Bom Jesus da Lapa lamentou a morte da médica. “Aos familiares e amigos, deixo os meus sinceros sentimentos e espero que o mesmo Deus os confortem pela dor”, disse o prefeito Eures Ribeiro.

A Sesab divulgou hoje que o número de nove vítimas fatais por H1N1 na Bahia. Ocorreram mortes ainda em Vitória da Conquista, Teixeira de Freitas, Ibipeba, Boquira e Salvador.

Em Teixeira de Freitas o caso já confirmado pela Sesab ocorreu na quarta-feira, dia 13 de abril, quando deu entrada na Unidade Municipal Materno Infantil-UMMI, uma criança de 8 meses apresentando graves problemas respiratórios, característicos de infecção gripal, que foi sucedida por pneumonia aguda. De acordo com a direção da Unidade, foi ministrada medicação e suporte respiratório para conter o quadro infeccioso pulmonar, no entanto, apesar dos esforços da equipe médica, com a evolução do caso, o paciente foi a óbito no início da tarde do mesmo dia. (Por Ronildo Brito)

Além disso, verifique

PM flagra grupo traficando drogas durante evento festivo em Nova Viçosa

Neste domingo, dia 23 de julho, no circuito da Festa da Baleia, em Nova Viçosa, …

Comentários no Facebook