quarta-feira , 26 julho 2017

Apesar do favoritismo, Jorge Silva não deve disputar prefeitura de São Mateus

jorgesilva_1O ano eleitoral começa com uma surpresa em São Mateus, norte do Estado. Considerado favorito na sucessão municipal, o deputado federal Jorge Silva (Pros) estaria fora do páreo. Segundo os meios políticos locais, o deputado articula o apoio ao palanque do ex-prefeito Lauriano Zancanela (PDT), que conseguiu liberação da Justiça para a disputa.
Mas Zancanela não vai ter vida fácil. Quem deve entrar na disputa é o ex-deputado estadual Carlinhos Lyrio (PSD). Em 2012, quando estava no PSDB, o nome do ex-deputado chegou a ser colocado na disputa, mas ele acabou não entrando no páreo contra o prefeito Amadeu Boroto (PSB), que conseguiu a reeleição com facilidade.
Desta vez será diferente, segundo os observadores locais, Carlinhos Lyrio tem um programa de rádio bem popular na região e tem conseguido com isso aumentar seu capital político e está novamente na briga. Alguns partidos já estariam se mobilizando em torno do palanque de Lyrio, como uma aliança proporcional que está sendo formada pelo PP e PT.
Já no palanque de Zancanela, além do peso político de Jorge Silva, também estaria a movimentação do governador Paulo Hartung (PMDB) para eleger o aliado no município. Por isso, tudo indica que a disputa entre os dois grupos deve ser predominante na eleição.
O prefeito Boroto chega ao fim do segundo mandato e tenta viabilizar a candidatura do deputado estadual Freitas (PSB) para a sua sucessão. Mas os comentários na cidade são de que ele não teria um capital político para quebrar a polarização entre Zancanela eLyrio. Outro nome que aparece no cenário eleitoral é o do empresário Cassio Caldeira (PSDB), que também fica com o palanque prejudicado pela radicalização da disputa.
Fonte Seculodiario

Além disso, verifique

Polícia Militar prende acusado de assaltar estabelecimento comercial em Itabatã, Distrito de Mucuri

Na noite deste domingo, dia 23 de julho, após ser acionada pelo telefone 190, a …

Comentários no Facebook