sexta-feira , 21 julho 2017

Três mortos e três baleados na noite deste domingo em Itabatã

pistoladd-1200x545_cNo início da madrugada desta segunda-feira, dia 7 de dezembro, um ataque ocorrido logo após um evento festivo denominado de Festa do Caribe, em Itabatã, distrito de Mucuri, deixou o saldo trágico de três mortos e outros três baleados.

Segundo levantamentos feitos por policiais da 89ª Companhia Independente da Polícia Militar de Itabtã (CIPM), a confusão teria começado no interior do baile, e na saída, um dos envolvidos e armado, esperou que um grupo de jovens saísse, durante a madrugada, aguardou numa esquina e abriu fogo. A polícia também não descarta a hipótese de briga de gangues rivais.

Três jovens morreram na hora, sendo Cleiton de Jesus Cardoso, o “Curinga”, de 23 anos, Vinícius Purcidônio Belizario, o “Bilu”, 19, e Jeferson Tomaz Sampaio, o “Mamute”, de 21 anos, todos moradores do bairro Bela Vista, no próprio distrito de Itabatã, enquanto José Ailton Silva dos Santos e Gilson Santos da Cruz, ambos com idades próximas de 22 anos, acabaram baleados e foram socorridos ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF). Um terceiro baleado, que não teve o nome revelado, ferido com menos gravidade, terminou sendo atendido no Hospital São José, em Itabatã. O tiroteio aconteceu na avenida Marieta Gazzinelli, uma das mais movimentadas do distrito, que liga a rodovia BR-101, aos bairros da região oeste do lugar.

No local do tiroteio o delegado Maderson Dias, responsável pelo plantão regional na sede da 8ª Coorpin, ouviu testemunhas e informou a imediata instauração de um inquérito policial para apurar oficialmente os motivos e autoria do triplo homicídio consumado e os outros três crimes tentados. Na via os peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), recolheram um projétil e três cápsulas de pistola 9 milímetros. Após os crimes o atirador fugiu sem deixar pistas e o inquérito do caso será repassado às mãos do delegado Charlton Fraga, titular da Polícia Civil em Mucuri.  (Por Ronildo Brito)

Além disso, verifique

Recursos podem garantir Lula na disputa pela Presidência em 2018

Brasília – Nem mesmo uma eventual condenação no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) pode …

Comentários no Facebook