sábado , 22 julho 2017

SINALIZAÇÃO ADEQUADA NA BR-101, PERÍMETRO URBANO DE ITABATÃ, CONTINUA NO FOCO DA PREOCUPAÇÃO DE CARLOS BRITO

Carlos BritoUma das primeiras proposições aprovadas este ano na Câmara de Mucuri levou assinatura do vereador Carlos de Jesus Brito (PSC): a Indicação nº 025/2015, do mês de março, que ressaltou a necessidade urgente de sinalização adequada na rodovia BR-101, perímetro urbano do distrito de Itabatã.

Brito justificou que o trecho possui alto fluxo de carros de passeio, ônibus, caminhões e carretas, devido ao fato de ser o principal meio de acesso das empresas instaladas na região. “Por este motivo, muitas vezes deparamo-nos com acidentes graves neste ponto da BR, alguns motoristas por imprudência ou até mesmo por não ter conhecimento da pista, não reduzem a velocidade neste trecho que é muito usado por pedestres, o que acaba resultando em acidentes”, alega o vereador, vice-presidente da Câmara.

Ele também considera a sinalização insuficiente e inadequada para alertar os motoristas e pedestres. “Seria válido recuperar acostamentos e construção de redutores de velocidade, pintura de faixas com tinta de melhor qualidade e colocação de placas”.

OFÍCIO AO DNIT

Depois da Indicação aprovada na Câmara e encaminhada ao prefeito Paulo Griffo, Brito determinou à sua assessoria o envio de ofício ao supervisor regional do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), Aldo Apolônio da Silva, em Teixeira de Freitas. No documento, datado de abril, reforçou o pedido de providências urgentes de sinalização da BR-101.

“Há algum tempo que expressamos nosso e inconformismo e profunda preocupação relativos à falta de uma sinalização adequada no perímetro urbano de Itabatã da BR-101. Dia a dia, a cada momento, os moradores do distrito convivem com o perigo iminente. Não há sinalização, não há semáforo, não há redutores de velocidade, não há policiamento, não há nenhum mecanismo de organização do fluxo de veículos naquele trecho. Jovens e adultos e, principalmente, crianças e idosos, estão expostos aa riscos constantes, fato agravado pela irresponsabilidade de alguns condutores que simplesmente desrespeitam as regras básicas da legislação vigente”, relatou o vereador.

RESPOSTA DO DNIT FOI INSATISFATÓRIA

No final de maio, Brito recebeu resposta direta da Superintendência Regional do DNIT/BA, de Salvador, assinada pelo superintendente Amauri Sousa Lima. O documento, porém, veio repleto de equívocos e informações desencontradas, obrigando o vereador a remeter outro ofício, corrigindo erros, alguns até de localização geográfica.

Brito esclareceu que o primeiro ofício enviado ao DNIT referia-se à solicitação de melhoria da sinalização na rodovia BR-101, perímetro urbano de Itabatã, distrito do município de Mucuri, distante cerca de 900 km de Salvador, e não da cidade de Ubatã, que fica situada na microrregião Ilhéus-Itabuna, a 367 km da capital, descrita no ofício do DNIT. Ele disse não compreender a razão do equívoco, já que a correspondência enviada consta no timbre o brasão de Mucuri e é bem clara em seu conteúdo.

Outra correção foi quanto ao raio de ação da ECO 101 Concessionária de Rodovias S.A. A informação prestada pelo DNIT também incorreu em erro de territorialidade, visto que a citada empresa administra, sim, um trecho de 475,9 quilômetros da BR-101, sendo 17,5 quilômetros no estado da Bahia, a partir do entroncamento da BA-698 (Mucuri), e mais 458,4 quilômetros no estado do Espírito Santo, até a divisa com o Rio de Janeiro. O trecho mencionado para o trabalho de sinalização – perímetro urbano de Itabatã – está localizado fora da área de cobertura da ECO 101.

Depois do ofício corrigindo as informações, o DNIT não mais se pronunciou a respeito.

VEREADOR INSISTE: AGORA, POR INTERMÉDIO DA SUZANO PAPEL E CELULOSE

Sem resposta do DNIT, na semana passada Carlos Brito decidiu refazer o pedido e entregar diretamente a Jorge Emanuel Reis Cajazeira, diretor de Relações Institucionais da Suzano Papel e Celulose, para que intercedesse diretamente na Superintendência Regional do DNIT, por reconhecer o “profícuo relacionamento entre a diretoria da Suzano Papel e Celulose e organismos dos governos federal e estadual”.

Brito disse que vai continuar lutando, “sempre buscando o apoio dos colegas da Câmara, na expectativa de que medidas urgentes e eficazes sejam tomadas, antes que tragédias anunciadas não se concretizem”, concluiu o vereador.

Além disso, verifique

Acidente com ônibus deixa ao menos dez mortos na BR 418 no Vale do Mucuri

Um grave acidente com um ônibus de viagem deixou ao menos dez pessoas mortas na …

Comentários no Facebook