terça-feira , 17 janeiro 2017

Rui Costa e Paulinho inauguram UBS e dão ordem de serviço das obras do esgoto e água para Itabatã

gazzid7Ao lado do prefeito Paulo Alexandre Mattos Griffo, o “Paulinho de Tixa” (PSL), o governador da Bahia, Rui Costa (PT), inaugurou na tarde deste sábado (17/09), no distrito de Itabatã, no município de Mucuri, 6 novas unidades de saúde, 12 novas ruas pavimentadas, anunciou o investimento na ordem de R$ R$ 22.027.264,03 para o Sistema de Esgotamento Sanitário do distrito de Itabatã e anunciou mais o investimento na ordem de R$ 2,8 milhões para as obras de ampliação do sistema de água encanada na cidade de Mucuri, no distrito de Itabatã e outras 4 localidades do interior do município.gazzid6Pela primeira vez na história dos 246 anos de emancipação política administrativa do município de Mucuri, que um governador da Bahia fez uma visita ao distrito de Itabatã, considerado o segundo maior distrito do Brasil. A pavimentação da sede de Mucuri e dos povoados de Cruzelândia, Taquarinha e do Assentamento Agrário Paulo Freire foram datas como inauguradas. Ao todo foram 12 ruas que tiveram as obras executadas pela Prefeitura de Mucuri com o financiamento da Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), com investimento na ordem de R$ 3,3 milhões.gazzid5Rui Costa e Paulinho visitaram e também inauguraram oficialmente duas unidades básicas de saúde (UBS) em Itabatã, sendo uma no bairro Gazzinellândia e uma no bairro São José Operário. Na sede de Mucuri foram inauguradas mais duas unidades: uma no bairro Jardim Califórnia e uma outra no bairro Bahia do Sol. Ainda foi inaugurada a nova unidade de saúde do distrito de Ibiranhém e também foi entregue a unidade do povoado de São Jorge que foi toda revitalizada e reequipada.

Seguido por Teixeira de Freitas, o município de Mucuri o é o primeiro do extremo sul a atingir 100% de atenção básica em seu território. O prefeito Paulinho contabilizou 11 Unidades Básicas de Saúde que construiu nestes seus dois mandatos, além da ampliação e revitalização de outras unidades. Ele também foi o responsável por tirar as unidades de saúde do município do aluguel. Atualmente todos os centros médicos do município funcionam, em sedes próprias e em prédios modernos, climatizados e munidos do mais absoluto conforto.gazzid4Na cerimônia em Itabatã, o governador Rui Costa assinou a ordem de serviço da primeira etapa das obras do sistema de esgotamento sanitário de Itabatã. Toda a obra está orçada em R$ 22.027.264,03, e vai beneficiar os bairros que hoje não contam com a rede de esgoto, como Cidade Nova, Cidade Alta, Planalto Verde, São José Operário e Triângulo Leal.gazzid3Nesta primeira etapa o saneamento e abastecimento de água terão um investimento de R$ 2,8 milhões, com recursos da Empresa Baiana de Saneamento (Embasa) e devem melhorar o acesso à água de qualidade e rede de esgoto para mais de cinco mil famílias inicialmente. “A nossa meta é chegar a 100% de coleta e tratamento de esgoto. Apesar de ser uma obra que fica escondida, esgotamento sanitário significa saúde e cuidado com o meio ambiente e, também oferecer segurança hídrica no abastecimento”, disse o governador Rui Costa. Segundo o secretário de estado Cássio Peixoto, titular da SIHS – Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento da Bahia, serão aproximadamente 30 mil pessoas beneficiadas por essas duas intervenções.gazzid2No dia 15 de fevereiro de 2014, o então governador Jaques Wagner e o então presidente da Embasa, Abelardo de Oliveira filho, e o prefeito Paulinho de Tixa, inauguram o sistema de esgotamento sanitário (SES) de Mucuri. Antes da gestão do prefeito Paulinho, a cidade de Mucuri só contava com 3% de cobertura de esgotamento sanitário. E a maior parte dos esgotos da cidade iam parar no rio Mucuri sem nenhum tratamento. A nova infraestrutura de esgotamento sanitário atualmente atende 2 mil imóveis. O investimento foi na ocasião de R$ 14 milhões, com uma infraestrutura formada por rede coletora, com 30,4 quilômetros de tubulação e seis estações de bombeamento, por uma estação de tratamento com capacidade para tratar 33 litros de esgoto por segundo e por um emissário final, com 603 metros de extensão, que lança o efluente tratado no rio Mucuri.
Em Itabatã, o sistema de esgotamento sanitário terá 50 quilômetros de tubulações de diâmetros variados, como rede coletora, linha de recalque (que conduz o esgoto de um ponto mais baixo para outro mais elevado) e emissário final. A edificação sanitária será realizada pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) e o investimento estimado será superior a 22 milhões de reais. O Sistema de Esgotamento Sanitário de Itabatã contará com a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) com dois lagos de filtragem, Digestação Anaeróbia de Fluxo (DAF), dez estações elevatórias de bombeamento e cerca de quatro mil ligações intradomiciliares. A obra vai beneficiar diretamente 23 mil moradores do distrito de Itabatã.gazzidA ETE trata-se da unidade operacional do sistema de esgotamento sanitário que através de processos físicos, químicos ou biológicos removem as cargas poluentes do esgoto, devolvendo ao ambiente o produto final por efluente tratado, em conformidade com os padrões exigidos pela legislação. Para o prefeito Paulinho de Tixa a obra de esgotamento sanitário diminui os gastos com a saúde pública, oferecendo à população melhor qualidade de vida e deixa a cidade toda pronta para ser pavimentada.

“Não podemos falar de saúde sem esgotamento sanitário. Este investimento ajudará a gestão municipal, que, com a obra concluída, terá menos problemas de saúde na cidade. A inexistência de saneamento básico é um elemento de propagação de diversas doenças e o esgotamento sanitário é uma área preventiva para a saúde pública”, ressaltou o prefeito Paulinho.gazzid1O prefeito Paulinho de Tixa lembra que o sistema de esgotamento sanitário de Itabatã sempre foi um sonho da sua comunidade e a chegada da obra passará a atender toda a população e, as novas ligações de água e esgoto, proporcionarão uma cobertura de 100% à população do distrito de Itabatã. E, acrescenta dizendo que o investimento representa qualidade de vida para o povo e que, atualmente o sistema de esgotamento do distrito possui apenas três elevatórias e com as obras do sistema, a cidade ganhará mais 10 novas estações bombeadoras espalhadas pelo distrito, cujas elevatórias são as unidades que bombeiam todo esgoto recebido, o elevando para a estação de tratamento. (Por Athylla Borborema).

 

Além disso, verifique

vereador-preso

Preso e algemado, vereador reeleito toma posse em Minas Gerais

Algemado e com o uniforme do sistema prisional, o vereador Ronilson Marcílio Alves (PTB), de …

Comentários no Facebook