domingo , 28 maio 2017

Seis anos desaparecida: Eliza Samudio, goleiro Bruno e novas revelações

Com o depoimento do irmão de Bruno a polícia pretende, enfim, descobrir o paradeiro do corpo de Eliza

Condenado em 2013 pela morte de Eliza Samudio, sua ex-amante, o goleiro Bruno ainda cumpre pena em presídio, onde, inclusive, se casou com uma dentista. Apesar disso, os anos se passaram, muita coisa mudou, mas o mistério do paradeiro do corpo de Eliza permaneceu. Por isso, o depoimento do irmão do goleiro, que revelou à polícia onde estariam os restos mortais da mulher, traz novos capítulos para esta história que parece ainda estar longe do fim.

Ela desapareceu em 2010 e seu corpo nunca foi achado. Na época com 25 anos, a moça era mãe de um recém-nascido, filho do goleiro Bruno. O jogador não reconhecia a paternidade da criança e desentendimentos sobre a pensão teriam motivado o crime.

RTEmagicC_iih.jpg

A Justiça acredita que Eliza foi morta em 10 de junho de 2010 na cidade mineira de Vespasiano. Ela foi retirada à força do Rio de Janeiro por Macarrão, amigo e braço direito do atleta, e por um primo de Bruno e levada para o sítio do goleiro em Esmeraldas (MG), onde foi mantida em cárcere privado. Do local, ela teria sido levada por Macarrão para ser morta por um ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, conhecido como Bola.

A criança foi achada dias depois com desconhecidos em Ribeirão das Neves, também Minas Gerais. O menino hoje mora com a avó materna no Mato Grosso do Sul e um exame de DNA comprovou que ele é mesmo filho de Bruno.

Fonte: ibahia

Além disso, verifique

hartung-5123762

Foto de Hartung em Paris repercute nas redes sociais: é verdade?

O dia da Colonização do Solo Espírito-Santense não foi animado apenas em Vila Velha. Na …

Comentários no Facebook