quinta-feira , 25 maio 2017

Silvinho intensifica reuniões ouvindo as comunidades na elaboração do seu plano de governo em Mucuri

sild2-1200x545_cPré-candidato a prefeito de Mucuri e presidente do Diretório Municipal do PSL, Silvio Kleber Mattos de Oliveira, oSilvinho” intensifica sua agenda de debates sobre seu Plano de Governo Participativo, o PGP do PSL. Ao todo, sete comunidades já receberam Silvinho e tiveram a oportunidade de participar ativamente da formulação do seu Plano de Governo Participativo, indicando as demandas prioritárias da comunidade a serem realizadas em um próximo governo.

A pré-campanha de Silvinho tem dado à população a oportunidade de ajudar a construir seu Plano de Governo, apontando o rumo que a próxima administração municipal deverá seguir. Silvinho faz questão de lembrar que mesmo com os quase 8 anos de experiência administrativa através do governo Paulinho de Tixa, o PSL tem a humildade de ouvir a comunidade local, pois apesar de muito ter sido feito nos últimos anos, muito ainda há de ser feito e somente ouvindo a comunidade é que será possível avançar ainda mais.

“A gente tem que saber ouvir da comunidade o que ela precisa. Por isso é de fundamental importância que a comunidade participe. Só construiremos uma cidade melhor com a participação de todos. É uma responsabilidade de todos nós”, destaca o presidente do PSL de Mucuri.

Já receberam reuniões do PGP do PSL as comunidades do bairro Malvinas na cidade de Mucuri, bairros Triângulo Leal e Gazzinelândia no distrito de Itabatã, o distrito de Taquarinha e os povoados de São Jorge, Belo Cruzeiro e 31 de Março. Segundo Silvinho, as próximas comunidades a receberem as reuniões do PGP serão os povoados de Cruzelândia e Nova Brasília e o distrito de Ibiranhém. Também tem reuniões previstas para os próximos dias em Mucuri e no distrito de Itabatã, todas serão divulgadas oportunamentesildSilvinho destaca que o bom público das reuniões (sempre acima de 120 pessoas) tem fornecido elementos importantes para o seu Plano de Governo Participativo e que as demandas levantadas têm sido passadas para os membros da comissão gestora do PGP do PSL, subdivididas por áreas específicas, como saúde, educação e segurança pública, por exemplo.

As sugestões passam por avaliação jurídica (o que é da competência do município executar com recursos próprios e o que depende do governo do Estado e da União) e de viabilidade técnica e econômica para poderem ser inseridas no Plano de Governo Participativo ações reais que tenham condições de serem executadas e não fiquem apenas no campo das propostas.

“A gente tem tido o cuidado de inserir no PGP coisas possíveis de serem realizadas. Não adianta nada propor coisas mirabolantes que não conseguiremos executar, precisamos ter o pé no chão e indicarmos realmente o que é mais urgente e possível de serem feitas”, explica Silvinho.sild1O prefeito Paulo Alexandre Mattos Griffo, o “Paulinho de Tixa” (PSL), destacou que as reuniões do PGP tem sido uma ótima oportunidade de serem destacadas as realizações do seu governo. “É a oportunidade de analisarmos tudo que foi feito, mas também pensarmos os próximos passos. A comunidade do bairro Bela Vista, em Itabatã, por exemplo, não vai precisar pedir no PGP calçamento, pois no nosso governo 100% das ruas do bairro foram pavimentadas”, lembrou.

E a acrescentou: “A comunidade poderá indicar outra prioridade, pois essa graças a Deus já foi vencida. A mesma coisa sobre saúde. Não será mais preciso pedir construção de PSF, pois o nosso governo entregará todas as unidades de saúde funcionando em prédios próprios e modernos e não mais em unidades alugadas e em péssimas condições como encontramos quando assumimos a Prefeitura em 2009. Em se falando de saúde, os pedidos agora serão outros. E assim iremos avançando em nossa cidade”, destacou o prefeito Paulinho. (Da redação TN).

Além disso, verifique

ruberval a walter pinheiro

NOVA VIÇOSA NO PROGRAMA PRIMEIRO EMPREGO: RUBERVAL PROTOCOLA PEDIDO

A inserção dos jovens do município de Nova Viçosa no programa Primeiro Emprego foi solicitada …

Comentários no Facebook