quarta-feira , 29 março 2017

Vereador de Cachoeiro acaba preso após confusão com policiais

alexandre-de-itaoca635845780170324990O vereador de Cachoeiro de Itapemirim, Alexandre Andreza Macedo (PR), conhecido como Alexandre de Itaoca, foi preso na noite do último sábado (30), após uma confusão envolvendo policiais militares.

O fato aconteceu por volta das 19h, no distrito de São Vicente, na zona rural de Cachoeiro. O parlamentar teria desacatado os policiais e, em seguida, teria tentando fugir.

O vereador passava por uma estrada rural quando observou que a Polícia Militar abordava três motociclistas, que estariam com irregularidades nas documentações. Ele se apresentou à polícia como vereador e pediu que os motociclistas fossem liberados com suas motos. Segundo os policiais, com o pedido negado o vereador teria se alterado e cometido o desacato.

O vereador foi, então, apreendido e conduzido para o Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) de Cachoeiro de Itapemirim. Segundo a polícia, mesmo algemado, ele teria quebrado o amortecedor traseiro da viatura que, na manhã do último domingo (31), foi vistoriado pela Polícia Civil.

Na delegacia, o vereador se negou a fazer teste de alcoolemia e, em depoimento ao delegado plantonista, Augusto Lago Garcia, negou que resistiu à prisão e que danificou a viatura da Polícia Militar.

O delegado informou que a prisão do vereador Alexandre de Itaoca foi dano ao patrimônio público e advocacia administrativa qualificada por ter utilizado o cargo de agente público em benefício próprio.

“Como a pena máxima aos crimes somados ultrapassa quatro anos de detenção, somente um juiz pode mensurar a fiança”, explicou o delegado

Além disso, verifique

terrid4-1200x545_c

Secretário de Desenvolvimento Rural se reúne com gestores municipais em Teixeira de Freitas

Na manhã desta quarta-feira (22/03), o secretário de Estado de Desenvolvimento Rural da Bahia, Jerônimo Rodrigues, …

Comentários no Facebook