segunda-feira , 27 março 2017

Técnico em mecânica é preso na Serra acusado de estuprar a filha de 11 anos

pai-estupradorUm técnico em mecânica foi preso, na manhã desta quarta-feira (03), na Serra, acusado de estuprar a própria filha, uma menina de 11 anos. De acordo com a polícia, os abusos aconteciam há quase dois anos, na casa onde o suspeito, de 33 anos, morava com a vítima.

No entanto, um detalhe chamou a atenção dos policiais da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), que cumpriram o mandado de prisão que havia contra o acusado. Segundo a polícia, a criança é fruto de um estupro cometido pelo próprio suspeito contra a mãe da criança, quando ela também tinha 11 anos. Atualmente com 22, a jovem está presa por envolvimento com o tráfico de armas e drogas.dpcaDe acordo com o titular da DPCA, Lorenzo Pazolini, um novo inquérito será aberto contra o acusado para apurar o estupro ocorrido há 11 anos. Segundo o delegado, por enquanto ele só possui um mandado de prisão por estupro de vulnerável, devido ao abuso cometido contra a filha.

O delegado explica que os crimes teriam tido início desde que a vítima começou a morar com o pai, em 2014. Antes disso, ele morava com a avó materna. “Até os 10 anos ela morava com a avó. Mas a avó ficou sem condições de continuar cuidando da criança e, por isso, ela foi morar com o pai. Até então, ele nem reconhecia a paternidade. Mas o exame de DNA comprovou que ele é pai da menina”, explicou.

Segundo Pazolini, a violência sexual ficou comprovada por meio de exame de conjunção carnal. “A vítima relatou dois episódios em que teria sido estuprada pelo pai. Ela contou que o suspeito ameaçava fazer algo de ruim contra a avó caso ela contasse para alguém sobre os abusos”, ressaltou o delegado.

No entanto, a menina acabou revelando à avó sobre os estupros, no final do ano passado. “Ela passou o Natal na casa da avó e voltaria para a casa do pai, para o Réveillon. No entanto, antes de seguir para a casa do pai, ela começou a chorar muito e acabou contando para a avó porque não queria voltar. A avó então procurou a polícia e instauramos o inquérito”, frisou Pazolini.

O suspeito foi preso dentro da casa dele e, em seguida, levado para o Centro de Triagem de

Além disso, verifique

MANOELZINHO

Manoelzinho concede aumento superior ao piso nacional aos professores de Nova Viçosa

O prefeito de Nova Viçosa, Manoel Costa Almeida, o “Manoelzinho da Madeira” (DEM), concedeu nesta …

Comentários no Facebook