quarta-feira , 29 março 2017

Suspeito executou nutricionista capixaba sem motivo, diz delegado, dos 6 presos 3 já foram soltos

rafaelO suspeito de roubar o veículo e assassinar uma nutricionista capixaba, identificado como Rafael de Jesus Lima, de 25 anos, foi autuado por latrocínio, receptação e adulteração de veículo automotor.

De acordo com o delegado que investiga o caso, Renan Albuquerque, o acusado executou a vítima sem motivo. O corpo de Camila dos Santos Lopes, de 29 anos foi encontrado no último sábado (20) em uma estrada de São Mateus.

Segundo o delegado, junto com Rafael estava José Júnior Lopes Santos, de 24 anos. Ele teria dado cobertura para o crime. “Eles vieram para São Mateus na quinta-feira (18) pela manhã, e passaram o dia rodando a cidade atrás de uma vítima aleatória. Eles passaram o dia procurando alguma pessoa. Infelizmente, por volta das 15 horas eles acharam a Camila. O Rafael executou a vítima sem motivo algum, pois ela não ofereceu resistência”, disse Albuquerque.

O suspeito disse aos policiais que teria dado um tiro para assustá-la. “Eu acredito que ele tinha a intenção de matar. Depois disso, ele achou um dinheiro no carro e falou com José Júnior que não precisava mais comprar gasolina, e eles foram para Teixeira de Freitas”, contou o delegado.forcadA princípio seis pessoas haviam sido presas acusadas de participação no crime, mas segundo a polícia apenas três ficaram detidos e foram autuados. “Rafael não tinha um comprador específico. Foi no caminho que ele ligou para um rapaz chamado Anderson e perguntou se ele tinha o interesse de comprar o carro. Ele disse que sim, mas achava que o carro era legalizado, mas só estava com o financiamento atrasado. No caminho o Rafael também encomendou as placas. Ele trocou as placas no meio da rua e alterou o sinal identificador do carro”.

O delegado contou ainda que, com medo de ser roubado, Anderson guardou o veículo na casa de um amigo chamado Maurício. De acordo com o delegado, a morte de Camila já foi elucidada e, a partir de agora, o grupo será investigado por adulteração de placas de veículos.

“Não há mais nenhum envolvido a ser investigado. Há sim os crimes de adulteração de placas que vamos continuar investigando”, explicou Albuquerque.

 

Além disso, verifique

MANOELZINHO

Manoelzinho concede aumento superior ao piso nacional aos professores de Nova Viçosa

O prefeito de Nova Viçosa, Manoel Costa Almeida, o “Manoelzinho da Madeira” (DEM), concedeu nesta …

Comentários no Facebook