sexta-feira , 20 janeiro 2017

Policia capixaba volta a Bahia e prende novamente o 3 acusados de matar nutricionista que tinham ganhado a liberdade

suspeitos-mortenutricionistaTrês pessoas que haviam sido detidas por envolvimento no assassinato da nutricionista Camila dos Santos Lopes, de 29 anos, e depois liberadas voltaram a ser presas nesta quarta-feira (24). Sandra Mara Vieira Lopes, de 49 anos, Maury Ferreira de Carvalho Junior, de 44, e Maurício de Oliveira Santos, de 29, foram detidos em Teixeira de Freitas, na Bahia, e transferidos para São Mateus, no norte do Espírito Santo, onde aconteceu o crime.

O trio deverá permanecer preso no município capixaba por pelo menos 30 dias. A detenção, que foi solicitada pelo Ministério Público, visa auxiliar o trabalho da polícia para uma investigação mais aprofundada do caso.

O juiz de São Mateus acatou o pedido e expediu os mandados de prisão temporária para o trio. Eles foram cumpridos na tarde desta quarta-feira, pelas polícias Militar e Civil da Bahia.

Maury foi preso em casa, no centro de Teixeira de Freitas. Já Sandra foi encontrada na residência da mãe dela, no bairro Urbis II, no mesmo município. Maurício, por sua vez, se apresentou com um advogado na sede da 8ª Coorpin, no município bahiano.

Prisões

Os três detidos nesta quarta-feira já haviam sido presos no último sábado (20), junto com outros três suspeitos de participarem do latrocínio, que continuam na prisão. Como não havia provas suficientes sobre a participação de Sandra, Maury e Maurício no assassinato da nutricionista, eles acabaram sendo liberados.

No entanto, os outros três foram indiciados pela polícia. José Júnior Lopes Santos, de 24 anos, foi autuado por roubo qualificado; Rafael de Jesus Lima, de 25 anos, responderá por latrocínio, receptação e adulteração de veículo automotor; e Anderson Vieira Lopes, de 30 anos, foi autuado por receptação.

Na segunda-feira, dois dos três acusados foram agredidos por outros presos do Centro de Detenção Provisória de São Mateus. De acordo com a Secretaria de Justiça do Espírito Santo (Sejus), Rafael de Jesus Lima e Anderson Vieira Lopes passaram por exame de lesões e foram encaminhados para um hospital de Linhares.

Apenas um dos presos teve fratura em uma costela, mas os dois foram liberados pelo médico de plantão. Por questões de segurança, Rafael, Anderson e José Júnior foram transferidos para o Centro de Detenção Provisória da Serra.

Além disso, verifique

face_travesti_2_x

Travesti é furtada em motel e posta fotos do cliente por vingança

Uma travesti que trabalha como garota de programa em Praia Grande, no litoral de São …

Comentários no Facebook