quinta-feira , 25 maio 2017

Mais um caso: Família busca vendedora capixaba desaparecida

capidA vendedora capixaba Lidiane Braga, de 32 anos, desapareceu em São Paulo. Sem contato desde 7 de janeiro, a mãe e a irmã de Lidiane vão á capital paulista ainda nesta quinta-feira (25) para acompanhar de perto as investigações.

De acordo com a irmã da desaparecida, Jéssica Braga, Lidiane mora há 12 anos fora do Espírito Santo e, por último, dividia apartamento com uma amiga na cidade de Cambuci. Lidiane comprava roupas para revender, além de trabalhar no restaurante de um amigo.

“Ela nunca fez isso. Nos falávamos com muita frequência, por celular, redes sociais”, conta Jéssica. Os últimos contatos de Lidiane foram feitos do telefone de uma amiga, já que a moça teria perdido o aparelho dela. “Nos primeiros dias sem contato dela, achávamos que ela estava trabalhando para comprar outro celular, mas já faz mais de um mês, então começamos a nos preocupar”, informou Jéssica.

Segundo a irmã, as amigas com quem Lidiane morava se mudaram para a cidade de São Bernardo, mas a capixaba decidiu ficar em Cambuci. “Ela sempre viveu certinho, trabalhou. Agora o apartamento dela foi desalugado. A gente estava tentando em rede social, mandando mensagens”, explica Jéssica.

O objetivo dos familiares de Lidiane é auxiliar a polícia nas buscas, procurando em hospitais, delegacias e IML. A família pede para quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro de Lidiane entrar em contato através do telefone 9 9891-9833. (Informações: A Gazeta)

 

Além disso, verifique

ruberval a walter pinheiro

NOVA VIÇOSA NO PROGRAMA PRIMEIRO EMPREGO: RUBERVAL PROTOCOLA PEDIDO

A inserção dos jovens do município de Nova Viçosa no programa Primeiro Emprego foi solicitada …

Comentários no Facebook