terça-feira , 23 maio 2017

Ex-prefeito de Mucurici é denunciado por uso de máquinário público em obra particular

atanael mucuriciO Ministério Público Estadual (MPES), por meio da Promotoria de Justiça do Mucurici (região norte), denunciou o ex-prefeito do município, Atanael Passos Wagmacker (DEM), e o seu irmão, o ex-secretário de Finanças, Agnaldo Passos Wagmacker, por improbidade administrativa. O órgão ministerial acusa os dois pela cessão de máquinas e servidores da prefeitura para realização de obras particulares. Em um dos casos, os bens públicos teriam sido usados na construção de uma igreja, da qual Agnaldo é o presidente e sócio.

Segundo informações do MPES, um inquérito civil instaurado em 2014 teria comprovado que o ex-prefeito cedeu maquinário de propriedade da Prefeitura para a realização de obras particulares. Além das obras na igreja, a denúncia faz menção às obras de construção da Pousada Balneário de Mucurici. Além do maquinário da prefeitura, os serviços teriam sido executados por funcionários públicos do município.

Consta ainda na denúncia – divulgada nesta segunda-feira (22) – que o prefeito teria ainda custeado despesas médicas da mãe e de uma irmã com recursos da prefeitura sem justificativa legal. O MPES pede o ressarcimento integral do dano ao erário, bem como a condenações às sanções previstas na Lei de Improbidade – que vão desde a suspensão dos direitos políticos até a perda da eventual função pública. Durante cinco meses no ano passado, o ex-prefeito atuou como gerente das Centrais de Abastecimento do Espírito Santo (Ceasa). Ele foi exonerado do cargo em outubro do ano passado.

Fonte: Seculo Diario

Além disso, verifique

murilo prefeito de Ponto Belo

Ministério Público arquiva investigação contra prefeito de Ponto Belo

O Ministério Público Estadual (MPES) determinou o arquivamento de um procedimento contra o prefeito de …

Comentários no Facebook