terça-feira , 23 maio 2017

Polícia Civil e técnicos da EDP descobrem furto de energia elétrica em supermercado

Foto 1No início da manhã de hoje, dia 20, após operação de combate ao furto de energia elétrica em Vila Velha, técnicos da Polícia Civil e da EDP encontraram uma fraude no medidor de energia, caracterizando furto, em um supermercado no bairro Barramares, em Vila Velha. O furto de energia é crime, prejudica a todos os cidadãos e é prática perigosa e podem colocar em risco a vida das pessoas.

Durante a inspeção, foi constatado que de toda energia consumida só uma parte era paga pelo empresário.

Além do processo criminal, o proprietário do restaurante irá arcar, conforme a regra da Resolução Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica, com a cobrança de toda energia não faturada durante o período da irregularidade e o custo administrativo.Foto 2O furto de energia é crime previsto no Artigo 155 do Código Penal Brasileiro, que dispõe: “Subtrair, para si ou para outrem, coisa alheia móvel: pena de reclusão, de 1 (um) a 4 (quatro) anos, e multa”.

E, ao contrário do que muitos imaginam, o furto de energia elétrica não traz perdas apenas para a Concessionária. Os maiores lesados são os próprios clientes. Como a tarifa abrange também as perdas elétricas, o custo da energia usada irregularmente pelas pessoas que cometem esse crime é parcialmente repassado a todos os usuários da rede.

A EDP pede que a população contribua e denuncie ligações irregulares. Para isso, disponibiliza canais de atendimento, como o Call Center (0800 721 0707), as agências de atendimento ao cliente e o site www.edp.com.br. O sigilo é total e a inspeção é realizada com a máxima urgência.

Além disso, verifique

murilo prefeito de Ponto Belo

Ministério Público arquiva investigação contra prefeito de Ponto Belo

O Ministério Público Estadual (MPES) determinou o arquivamento de um procedimento contra o prefeito de …

Comentários no Facebook