quinta-feira , 23 março 2017

Mulher se recusa a fazer sexo e marido é preso acusado de agressão em Vitória

agredidaUma mulher de 38 anos foi agredida, na madrugada desta segunda-feira (18), após se recusar a ter relações sexuais com o marido. O ajudante pedreiro de 34 anos, acusado do crime, disse que ficou nervoso e com ciúmes, pois a diarista teria chegado tarde em casa. A confusão aconteceu na residência do casal, no Bairro da Penha, em Vitória.

A mulher contou que logo após chegar em casa, os dois teriam discutido, mas logo em seguida foram dormir. Por volta das 3 horas, o marido acordou querendo ter relações sexuais. Ela disse que não poderia, pois estava sem o remédio anticoncepcional. Ele teria ficado irritado e começou a agredi-la. “Ele me pegou pelos cabelos, me jogou contra a parede e começou a me dar socos”, disse a diarista.

Quem chamou a polícia foi uma vizinha. “Ele fez promessa de morte. Ele só falava que iria me matar”, afirmou a vítima.

O casal mora junto há 10 anos. Parentes afirmaram que as brigas entre os dois são constantes. O ajudante de pedreiro já possui uma passagem na Justiça por violência doméstica. “A primeira vez foi ele me atingiu com uma lajota na cabeça”, contou a vítima.

Além dessa passagem, segundo a polícia, a ficha criminal do acusado é extensa, tendo mais de cinco registros por tráfico e roubo. Sem poder trabalhar, a diarista decidiu procurar outro lugar para morar. “Hoje não posso nem fazer a minha faxina. Vou ter que ficar dentro de casa. Como eu vou trabalhar se não estou enxergando direito? Eu pedi a medida protetiva e vou sair dessa casa que é dele. Não e fácil morar com a pessoa, gostar dela e ser maltratada”, destacou.

Além disso, verifique

sergiomeneguelli-4718060

Prefeitura acaba com contrato de quase R$ 500 mil para lanchinhos

O prefeito de Colatina, Sérgio Meneguelli (PMDB), iniciou uma série de cortes de gastos no …

Comentários no Facebook