domingo , 28 maio 2017

Digitais de mulher em coma há 15 anos no ES serão registradas pela PF

clarinhaAs impressões digitais de “Clarinha”, que se encontra em coma há 15 anos no Hospital da Polícia Militar, em Vitória, serão coletadas pela Polícia Federal nesta quarta-feira (20).

Na época, uma aposentada de São Paulo veio ao Estado para realizar exames que pudessem comprovar suposto parentesco com a mulher. Recentemente, o caso ganhou repercussão nacional.

A coleta será realizada por uma equipe de Papiloscopistas Policiais Federais do Estado. Com o uso de  métodos tradicionais, a equipe vai enviar as impressões para o Instituto Nacional de Identificação – INI, da Polícia Federal em Brasília, que realizará a pesquisa no Cadastro Biométrico de Desaparecidos – CADÊ?.

O CADÊ? é um cadastro de biometrias de pessoas desaparecidas que conta atualmente com o registro de 200 pessoas, pois somente o Estado de Goiás aderiu ao sistema. Mesmo assim, já conseguiu identificar 1 pessoa desaparecida. Nesse sistema, as impressões de pessoas desaparecidas são enviadas à Polícia Federal pelos Institutos de Identificação estaduais e pesquisadas numa base biométrica de 20 milhões de pessoas.

Fonte: folhavitoria

 

Além disso, verifique

hartung-5123762

Foto de Hartung em Paris repercute nas redes sociais: é verdade?

O dia da Colonização do Solo Espírito-Santense não foi animado apenas em Vila Velha. Na …

Comentários no Facebook