domingo , 28 maio 2017

Motoboy é suspeito de matar garçom por causa de mulher na Serra

garcomd-1200x545_cUm garçom de 29 anos foi assassinado na última terça-feira (29) no bairro Parque Residencial Laranjeiras, na Serra. O principal suspeito de cometer o crime é o colega de trabalho da vítima, identificado como Maycon Rodrigues Rhis, de 23 anos. Ele teria começado a se relacionar com a ex-mulher de Raphael Dias Queiroz, após o casamento dos dois terminar.

De acordo com uma testemunha, o acusado estava de moto e se aproximou do veículo da vítima antes do crime. “Ele veio andando normalmente, como se fosse matar um cachorrinho. O carro estava no portão do prédio. Ele chegou perto e simplesmente arrancou a arma e atirou contra o rapaz umas quatro vezes”, disse.

Ainda segundo testemunhas, Raphael era garçom e trabalhava em uma pizzaria que fica na Avenida Civit, também na Serra. O estabelecimento fica há menos de 20 metros do local de trabalho de Maycon, que era motoboy em outra lanchonete. O dono dos estabelecimentos disse que os dois chegaram a ser amigos.garcom-morto “No passado eles eram amigos, mas eu não sei como eles estavam. A informação que temos é que eles tiveram um problema, uma discussão e parece que teve até agressão há uns seis meses atrás e hoje o Raphael foi assassinado”, contou o proprietário dos estabelecimentos.

O delegado Rodrigo Sandi Mori, responsável pelo caso, informou que enquanto a vítima era casada, o suspeito chegou a ir morar com o casal. Depois que o relacionamento de Raphael com a mulher acabou, Maycon começou a se envolver com a ex do então amigo.

“Com isso teve início o desentendimento entre os dois. Há cinco meses a vítima teria sido agredida com um bastão e teve o braço quebrado, e há dois meses o Raphael e a mulher, que seria o pivô da briga, se encontraram e tiveram uma relação sexual. Agora ela está grávida, mas não falava de quem era o filho. Uma hora falava que era do Maycon e outra hora falava que era do Raphael”, relatou o delegado.

Depois do crime o suspeito ainda apareceu no estabelecimento para trabalhar, mas acabou detido por policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e será ouvido pelo delegado de plantão. Para a polícia, o crime foi passional.

“Trata-se de uma pessoa bem fria, calculista e que premeditou com riqueza de detalhes o crime. Ele não confessou, mas a namorada da vítima, que estava com ele no momento do crime reconheceu o acusado como sendo o autor dos disparos. Além disso, há relatos de vizinhos que afirmam que na noite anterior o Maycon já estava rondando a casa da vítima e também há depoimentos de que o suspeito já havia adquirido uma arma de fogo há um mês e há dez dias estava atrás de munição”, disse Sandi Mori.

Ainda segundo informações do delegado, o suspeito foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima. A mulher, que seria o motivo do assassinato, deve ser ouvida pela polícia.

“A mulher está em Minas Gerais e deve retornar nesta quarta-feira (30) ao Espírito Santo para ser ouvida. Até o momento a arma utilizada no crime não foi encontrada, mas ainda estamos em diligências”, destacou o delegado.

Fonte: Folha Vitoria

Além disso, verifique

bocad-1200x545_c

“Mateus Boca Murcha” é preso com cocaína escondida em capote no Distrito de Posto da Mata

Foi preso e apresentado ao plantão regional da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, um …

Comentários no Facebook