sábado , 27 maio 2017

Ida de Zanon para a Sesport intriga mercado político em Linhares

GuerinoNessa segunda-feira (28), o governador Paulo Hartung confirmou a ida do deputado estadual Guerino Zanon (PMDB) para a Secretaria de Esporte do Estado (Sesport), abrindo vaga para acomodar o ex-deputado José Esmeraldo, também PMDB, na Assembleia. A mudança, porém, causou surpresa nos meios políticos de Linhares.
Isso porque, Zanon é tido como o favorito para a disputa eleitoral no município em 2016 e, para algumas lideranças locais, o mandato parlamentar daria ao peemedebista mais visibilidade do que o cargo no governo, já que a Sesport foi uma das secretarias que sofreu os maiores cortes no início do ano passado.
Se for mesmo para a disputa, Zanon terá de se desincompatibilizar do cargo em abril do próximo ano, ficando apenas alguns meses à frente da pasta. Por isso, a impressão é que na Assembleia ele teria mais condições de aumentar seu capital político.
Por outro lado, o desgaste político dos possíveis adversários de Zanon na disputa de Linhares podem ter deixado o peemedebista tranquilo em relação ao fortalecimento de sua imagem. O atual prefeito Nozinho Correia (de saída do PDT) pode disputar a reeleição, mas não haveria condições para isso com o eleitorado.
O presidente da Câmara, Miltinho Colega (PSDB), também tenta construir um palanque, mas ainda precisa aparar arestas com seu grupo político ele é visto como liderança ligada ao prefeito, o que pode prejudicar sua caminhada. O desgaste de Nozinho ainda respinga na deputada Eliana Dadalto (PTC), que mesmo rompida com o prefeito desde o início da gestão, tem de convencer o eleitor que sua posição de vice-prefeita não lhe punha como aliada do prefeito.
O ex-deputado Luiz Durão (PDT) tenta também apagar o passado de parceria com Nozinho. O ex-prefeito José Carlos Elias (PTB) pode disputar, mas precisa acertar suas contas com a Justiça.
Neste sentido, o único obstáculo para Guerino Zanon voltar à prefeitura é a Justiça. No início do ano, a Câmara de Vereadores em uma manobra com a prefeitura atual, rejeitou as contas do peemedebista, tornando-o ficha suja. Ele precisa da aprovação da Justiça Eleitoral para disputar a eleição.
Por isso, a posição que Zanon ocupa em nível estadual não influencia sua participação no pleito. Aliás, a ida do peemedebista para o Executivo já era esperada desde o inicio da atual legislatura. Tanto que ele sequer aceitou presidência de comissão permanente na Assembleia. O projeto de ser secretário, porém, teria sido adiado por causa dos efeitos políticos da rejeição das contas em Linhares.

Além disso, verifique

murilo prefeito de Ponto Belo

Ministério Público arquiva investigação contra prefeito de Ponto Belo

O Ministério Público Estadual (MPES) determinou o arquivamento de um procedimento contra o prefeito de …

Comentários no Facebook