terça-feira , 17 janeiro 2017

Delegado afastado após dar carteirada durante show se envolve em nova polêmica

delegado carteirada esUm delegado da Polícia Civil, que já havia sido afastado em dezembro do ano passado,acusado de ter dado uma carteirada para entrar na área VIP de um show em Guarapari, se envolveu em nova polêmica na madrugada desta segunda-feira (02), emVitória.

Segundo a polícia, David de Santana Gomes ignorou uma abordagem da PM e entrou em uma casa, em Jardim Camburi, que havia sido denunciada por moradores da região ao disque-silêncio. Além disso, ele teve o carro guinchado, já que o veículo estaria com o licenciamento atrasado.

De acordo com a Polícia Civil, durante a madrugada policiais militares foram acionados para apoiar uma equipe do disque-silêncio, durante uma ocorrência de som alto em Jardim Camburi. Enquanto a polícia tentava contato com as pessoas que estavam no imóvel de onde saía o som alto, David teria chegado em um carro, acompanhado de outro homem.

A PM pediu que David apresentasse o documento do veículo e a carteira de motorista, mas ele não teria atendido ao pedido dos policiais, se identificou como delegado da Polícia Civil e entrou na casa. Ainda segundo a polícia, o veículo que estava com David foi guinchado, pois estava com o licenciamento atrasado. A Polícia Civil informou que recebeu a ocorrência encaminhada pela Polícia Militar e vai apurar os fatos.

Em dezembro de 2014, o delegado, que atuava na Delegacia de Guarapari, foi afastado do cargo após ter algemado e detido dois seguranças de um show particular, que não permitiram que ele entrasse no camarote VIP do evento. O show ocorreu no dia 10 de dezembro, no município em que ele atuava.

Na época do fato, o delegado Rodolfo Laterza, presidente do Sindicato dos Delegados do Espírito Santo, alegou que David estava em uma operação dentro da casa de shows. “Segundo o próprio delegado, ele afirma que estava devidamente identificado e fazia uma operação oficial, além de ter comunicado sobre essa ação”, disse o presidente do sindicato.

No dia 14 de dezembro foi instaurado um processo administrativo disciplinar contra David de Santana Gomes por práticas de transgressões disciplinares, como cometer um ato que importe em escândalo ou comprometa a instituição ou função policial.

No entanto, David retomou as atividades em janeiro, após ser transferido de município. Ele deixou de ser delegado em Guarapari e assumiu como plantonista na 7ª Delegacia Regional de Cachoeiro de Itapemirim, no sul do Estado.

Além disso, verifique

vereador-preso

Preso e algemado, vereador reeleito toma posse em Minas Gerais

Algemado e com o uniforme do sistema prisional, o vereador Ronilson Marcílio Alves (PTB), de …

Comentários no Facebook